sexta-feira, 8 de junho de 2012

SEPARAÇÃO FÍSICA NÃO QUER DIZER NECESSARIAMENTE SEPARAÇÃO ESPIRITUAL


Pr Ari Pinheiro

   Na  sua peregrinação, obedecendo um chamado divino, Abraão sai de Ur com sua família, entre os quais seu sobrinho Ló. Habitam primeiramente Haram, depois descem a Siquém, Betel e Hebrom.
   Na época da grande fome naquela região, descem todos ao Egito, onde havia muitas provisões. Lá faraó confisca Sara e a devolve, pois Deus não permite que o monarca a despose. Então Abraão e seu povo voltam a sua terra e prosperam muito. É neste contexto que acontece a separação entre Ló e Abraão, para evitar confronto entre seus pastores e (muito provavelmente) um dilema familiar.

“E não tinha capacidade a terra para poderem habitar juntos; porque os seus bens eram muitos; de maneira que não podiam habitar juntos.
E houve contenda entre os pastores do gado de Abrão e os pastores do gado de Ló; e os cananeus e os perizeus habitavam então na terra.
E disse Abrão a Ló: Ora, não haja contenda entre mim e ti, e entre os meus pastores e os teus pastores, porque somos irmãos.
Não está toda a terra diante de ti? Eia, pois, aparta-te de mim; e se escolheres a esquerda, irei para a direita; e se a direita escolheres, eu irei para a esquerda.
E levantou Ló os seus olhos, e viu toda a campina do Jordão, que era toda bem regada, antes do SENHOR ter destruído Sodoma e Gomorra, e era como o jardim do SENHOR, como a terra do Egito, quando se entra em Zoar.
Então Ló escolheu para si toda a campina do Jordão, e partiu Ló para o oriente, e apartaram-se um do outro.
Habitou Abrão na terra de Canaã e Ló habitou nas cidades da campina, e armou as suas tendas até Sodoma.”
Gênesis 13:6-12

   Ló escolhe a região além do Mar Morto, mais propriamente junto das cidades de Sodoma e Gomorra, cujos reis pagavam tributos aos reis da Mesopotâmia. Em uma rebelião contra seus algozes, estes reis deixam de pagar seus tributos, o que acaba em guerra. Os habitantes dessa região (os que não fugiram para as montanhas) são levados cativos para a região além do rio (mesopotâmia). Junto dos cativos está Ló e sua família.
   “E aconteceu nos dias de Anrafel, rei de Sinar, Arioque, rei de Elasar, Quedorlaomer, rei de Elão, e Tidal, rei de Goim,Que estes fizeram guerra a Bera, rei de Sodoma, a Birsa, rei de Gomorra, a Sinabe, rei de Admá, e a Semeber, rei de Zeboim, e ao rei de Belá (esta é Zoar).
Todos estes se ajuntaram no vale de Sidim (que é o Mar Salgado).Doze anos haviam servido a Quedorlaomer, mas ao décimo terceiro ano rebelaram-se.E ao décimo quarto ano veio Quedorlaomer, e os reis que estavam com ele, e feriram aos refains em Asterote-Carnaim, e aos zuzins em Hã, e aos emins em Savé-Quiriataim,E aos horeus no seu monte Seir, até El-Parã que está junto ao deserto.Depois tornaram e vieram a En-Mispate (que é Cades), e feriram toda a terra dos amalequitas, e também aos amorreus, que habitavam em Hazazom-Tamar.Então saiu o rei de Sodoma, e o rei de Gomorra, e o rei de Admá, e o rei de Zeboim, e o rei de Belá (esta é Zoar), e ordenaram batalha contra eles no vale de Sidim,Contra Quedorlaomer, rei de Elão, e Tidal, rei de Goim, e Anrafel, rei de Sinar, e Arioque, rei de Elasar; quatro reis contra cinco.E o vale de Sidim estava cheio de poços de betume; e fugiram os reis de Sodoma e de Gomorra, e caíram ali; e os restantes fugiram para um monte.E tomaram todos os bens de Sodoma, e de Gomorra, e todo o seu mantimento e foram-se.Também tomaram a Ló, que habitava em Sodoma, filho do irmão de Abrão, e os seus bens, e foram-se.” Gênesis 14:1-12

   Ao receber a notícia de que Ló, seu sobrinho era cativo, Abraão ajunta 318 homens, todos nascidos de sua casa, e parte para uma jornada de resgate.

 “Ouvindo, pois, Abrão que o seu irmão estava preso, armou os seus criados, nascidos em sua casa, trezentos e dezoito, e os perseguiu até Dã. E dividiu-se contra eles de noite, ele e os seus criados, e os feriu, e os perseguiu até Hobá, que fica à esquerda de Damasco.E tornou a trazer todos os seus bens, e tornou a trazer também a Ló, seu irmão, e os seus bens, e também as mulheres, e o povo.”Gênesis 14:14-16

   Abraão logrou exito em sua missão, trouxe de volta seu sobrinho, suas mulheres, seus bens e seu povo.    No momento da luta, ele esqueceu os problemas sociais e familiares que tinha com Ló... A questão família sempre deve estar em primeiro plano, imediatamente abaixo de Deus em nossas prioridades, pois ela, a família, é o alicerce de nossa descendência, de nosso legado ao futuro da humanidade.
   Muitos de nossos queridos hoje são prisioneiros de drogas, alcoolismo, prostituição e outros problemas que infestam as sodomas e gomorras destes dias. É assim que caminha a humanidade, é assim que arranca o século 21. Um século de deterioração moral, de prazer por prazer; de libertinagem e omissão; de corrupção política e eclesiástica.
   Podemos passar para a história como cristãos hipócritas, que sabíamos filosofar por horas sobre amor e piedade, mas não tínhamos tempo para os nossos; ou então como cristãos verdadeiros, que, embora afastados físicamente de nossos fraternos, estávamos ligados por esse cordão umbilical chamado amor, que é como um cordão de três dobras, o qual dificilmente se rompe!

Que o Deus de paz vos guarde e abençoe hoje e sempre!!!

Nenhum comentário: