quinta-feira, 26 de maio de 2011

PROSTRAÇÃO

"Se você foi abandonado à beira do caminho por duas vezes por alguém, é provável que tenha se tornado um fardo muito pesado. Há duas atitudes a serem tomadas; ou você levanta e caminha com as próprias pernas para descobrir o que existe além do horizonte, ou se prostra à beira do caminho e fica fazendo parte da mesma paisagem todos os dias. Lembre-se que as corredeiras possuem águas turbulentas, porém renovadas a cada instante; já a curva do rio inspira paz e tranqüilidade, mas na prática só serve mesmo para ajuntar insetos e tranqueiras." (Ari Pinheiro - do livro NO JARDIM DAS ELICÔNIAS)

Nenhum comentário: