segunda-feira, 9 de maio de 2011

Pode alguém sem fé, ou de pouca fé, alcançar a graça e a misericórdia de Deus?

Pode alguém sem fé, ou de pouca fé, alcançar a graça e a misericórdia de Deus?
Pr Ari Pinheiro

Bem, em Hebreus 11.6 está escrito: Sem fé é impossível agradar a Deus; todavia aqui há um porém, na verdade a maioria das pessoas têm fé, só que as vezes não é uma fé madura, uma fé racional. Muitas pessoas possuem uma fé emocional e assim, ela sofre altos e baixos, e a vida desta pessoa segue a sua forma de fé.
   A bíblia relata também que a fé de outras pessoas é capaz de fazer com que a graça alcance uma terceira. Isso fica muito claro quando quatro amigos resolveram ajudar um homem que era paralítico a chegar na presença do Mestre(Mateus 9:1-8), todavia a residência onde Jesus ensinava estava repleta e não havia meios de entrar pelas portas ou janelas com a cama daquele homem doente. Em nossos dias isso bastaria para que a maioria das pessoas visse isso como “um sinal” de que ele deveria continuar paralítico para sempre, já que a cura estava a poucos passos, mas as circunstâncias dificultavam o acesso. Não foi isso que aconteceu há mais de dois mil anos. Os amigos do paralítico foram além das circunstâncias, ignoraram as dificuldades e abriram um buraco no telhado da casa, introduziram assim o homem na presença de Jesus. Notem que o texto bíblico não fala que o paralítico não tinha fé; mas o ponto forte da mensagem é que Jesus viu a fé dos quatro homens, ou seja, valorizou a iniciativa dos mesmos em driblar as dificuldades e encontrar uma alternativa ao percalço que hora se apresentava. Jesus se agrada dos empreendedores, daqueles que vão além das circunstâncias para levar uma alma carente de salvação até sua presença. Eles sabiam que o amigo necessitava de um milagre, sabiam onde havia alguém que fazia milagres; logo, faltava apenas a ação de juntar os dois pontos para que o nome de Deus fosse glorificado.
   Mesmo nesta atmosfera de perdoar pecados e fazer milagres apareceram os murmuradores. Veja no texto que os escribas censuraram Jesus por sua ação de misericórdia; logo, mesmo que você seja uma pessoa de muita fé, não estará livre de murmurações e outros empecilhos para dificultar suas ações. Não ligue, suba no telhado, retire as telhas e faça sua parte, o resto é com Deus.
   Ter pouca fé também não é empecilho para Deus agir. Numa passagem interessante das escrituras (Mateus 14:22-27) os discípulos se encontravam em desespero, pois o barco em que estavam foi colhido por uma tempestade violenta e todos temiam o naufrágio iminente. Jesus vinha ter com eles sobre as águas, mas todos cuidavam de estar vendo um fantasma e ficaram mais apavorados ainda. Não é diferente em nossos dias. As ondas de luta se levantam, os ventos nos sacodem violentamente e tudo ao redor parece fantasmagórico; até mesmo o agir de Deus nos parece algo improvável em meio a tempestade.
   Pedro tinha uma fé muito forte, mas era uma fé emocional, de momentos. Enquanto todos temiam e tremiam, ele se adiantou e bradou: “Mestre, se és tu, faze com que eu vá até aí caminhando sobre as águas...” Jesus assentiu e Pedro desceu do barco, literalmente caminhou sobre as águas, mas a fé emocional o traiu, mostrando para ele o tamanho das ondas. O emocional aumentou a tempestade e diminuiu Jesus na mente de Pedro. Ele começou a afundar, mas foi socorrido a tempo. “Homem de pouca fé, porque duvidaste?”  Aqui ainda cabe uma reflexão, todos falam da pouca fé de Pedro, mas ninguém comenta sobre os outros que sequer saíram do barco, sequer dirigiram a palavra para o que acreditavam ser um fantasma. Pessoas para zombar de tua (pouca) fé nunca vão faltar, mas é própria bíblia quem responde mais esta questão: “Se tiveres fé do tamanho de um grão de mostarda...(Lucas 17:6)” Nesta segunda-feira, quando fui impelido pelo Espírito Santo a escrever sobre este tema, eu não sabia que era você quem leria esta mensagem, mas a minha fé me dizia que alguém leria e seria edificado por ela. Então sentei em frente ao computador e deixei que Deus usasse minha mente e meus dedos. Não sei qual a tua situação, se de ausência de fé, se de pouca fé, ou de uma fé madura e racional; mas uma coisa eu sei, se Deus te guiou para este blog para ler esta mensagem, algo Ele quer falar ao teu coração. Fecha teus olhos e sente Ele caminhando sobre as águas, vindo ao teu encontro. Não é um fantasma, é simplesmente a solução para o teu problema! Não duvides, crê somente, pois segundo o Eclesiaste “Há um tempo para tudo na vida..”(Eclesiaste 3:1-8)

Este pode ser o teu tempo de ser feliz, pense nisso! Deus te abençoe desde hoje e para todo o sempre, amém!

Um comentário:

Anônimo disse...

Muito obrigada, Senhor, por ter guiado a este site. Estava buscando algo para passar aos que se dizem sem fé. A minha está ainda mais fortalecida com a compilação e o sincero e verdadeiro texto que li. Obrigada! Um feliz dia!