quarta-feira, 28 de setembro de 2011

O CEIFEIRO E O SEMEADOR


sexta-feira, 9 de setembro de 2011

A DRACMA PERDIDA - O PRINCÍPIO DAS PEQUENAS COISAS


A DRACMA PERDIDA (Ari Pinheiro)

“Ou qual a mulher que, tendo dez dracmas, se perder uma dracma, não acende a candeia, e varre a casa, e busca com diligência até a achar?” Lucas 15:8

   Este é um texto bíblico que muitos deixam passar batido, porque trata de uma simples mulher, gente do povo, pessoa comum que perde uma moedinha e passa diligentemente a procurá-la, como se dependesse disso a sua sobrevivência.
   Notemos que ela tinha ainda nove moedas, então, a maior parte de seu tesouro estava em suas mãos. Os seus sonhos para aquelas moedas estavam realtivamente seguros, então, em seu lugar, muitas pessoas desistiriam do trabalho de buscar dez por cento da fortuna que estaria em algum lugar escuro da casa.
   Assim muitas pessoas fazem, desistem de pequenos sonhos, abrem mão de pequenas felicidades, de momentos fugazes que Deus entrega todos os dias e que, quando somados, formam a grande felicidade da vida, que é, em resumo, viver os pequenos momentos felizes que nos são ofertados a todo o momento. Estamos ocupados demais para ouvir o canto da rolinha, o crepitar das labaredas; a canção do arroio; o farfalhar do vento nas taquaras; o vôo da borboleta; o balido da ovelha; o berro do gado; o nascer do sol; o por do sol; a poesia de uma noite de luar...
Depois de tudo isso gastamos fortunas em psicotrópicos; em psicólogos, psiquiatras, oncologistas; tramatologistas; terapeutas familiares; livros de autoajuda e outras quinquilharias que nada mais são do que o reflexo de nossas pequenas omissões, aquelas moedinhas que deixamos de procurar no momento certo...
   Notemos ainda que, à luz da bíblia, aquela mulher tinha perdido o dízimo de sua pequena fortuna; justamente a parte de Deus, aquela que garantiria que a farinha da panela não acabaria, nem findaria o azeite da botija. A esta altura você pode estar se perguntando, mas pregador, não poderia ela pagar o dízimo das nove dracmas restantes e assim garantir a sua bênção? Claro, mas notemos também que Deus lhe concedera dez dracmas, e não nove. Se ela desse o dízimo de dez, lhe restariam nove, que era sua parte, e queridos, Deus não quer nada daquilo que deu pra você desfrutar. Se ela pagasse sobre as nove, lhe restariam 8.10 dracmas! Isso não era a promessa de Deus para aquele momento, a promessa é que ela desfrutaria de nove dracmas, essa era a sua porção abençoada. Deus queria que ela comprasse para si tudo o que nove dracmas pudessem comprar, não estava reclamando nada mais para si, até porque, quando Deus requer algo, é para que nós sejamos abençoados, já que nada possuimos que possa abençoar Deus.
   Aquela mulher entendia muito bem este princípio, daí a razão para tanta diligência em achar a moedinha, e tanta alegria a ponto de chamar as amigas para festejar. Seus pequenos sonhos estavam protegidos, suas promessas continuavam diante do memorial de Deus. Podia ela reclamar para si as bênçãos do pricípio bíblico de dizimar sobre o que o Pai lhe concedera, sem abrir mão de seus pequenos sonhos, de suas pequenas conquistas que, ao fim de tudo, eram os tijolinhos da construção da grande felicidade de sua vida.
   Sejamos hoje diligentes no pouco, o Pai certamente protegerá nossos sonhos e assinara nossos projetos!

“E o seu senhor lhe disse: Bem está, servo bom e fiel. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor.” Mateus 25:21

   Deus abençoe a todos!

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

QUANDO EU ME APAIXONEI

QUANDO EU ME APAIXONEI
   Quando te encontrei senti que não seria mais o mesmo para sempre. Alguma coisa mudou dentro de mim, fui invadido por um sentimento tão intenso que minha vontade era gritar ao mundo inteiro o meu amor por ti. Contar sobre tua pessoa maravilhosa, sobre tua importância em minha vida, em minha ações, nos mínimos detalhes do meu cotidiano. Esse amor cresceu tanto que, com o tempo, não pude mais esconder, e saí por aí falando sobre nós, mas principalmente sobre ti...
   Hoje, que nosso amor já está mais amadurecido, continuo completamente apaixonado, e contando para todo mundo sobre este amor infinito.

   Escrevi estas linhas apenas para te dizer que te amo, hoje muito mais que ontem, e muito menos do que amanhã, e que tu, meu amado JESUS CRISTO, és o primeiro em tudo na minha vida!

quinta-feira, 26 de maio de 2011

PROSTRAÇÃO

"Se você foi abandonado à beira do caminho por duas vezes por alguém, é provável que tenha se tornado um fardo muito pesado. Há duas atitudes a serem tomadas; ou você levanta e caminha com as próprias pernas para descobrir o que existe além do horizonte, ou se prostra à beira do caminho e fica fazendo parte da mesma paisagem todos os dias. Lembre-se que as corredeiras possuem águas turbulentas, porém renovadas a cada instante; já a curva do rio inspira paz e tranqüilidade, mas na prática só serve mesmo para ajuntar insetos e tranqueiras." (Ari Pinheiro - do livro NO JARDIM DAS ELICÔNIAS)

quinta-feira, 12 de maio de 2011

OS VENDILHÕES DO TEMPLO



Estamos vivendo um tempo em que o mundo vive um paradigma muito grande; enquanto avança freneticamente no campo científico e tecnológico, bestializa-se cada vez mais, com ações que jamais seriam perpetradas por animais irracionais, por exemplo. Na seara do cristianismo isso também acontece, em escala menor, mas acontece. Os homens se munem de conhecimento teológico, inventam dogmas e regras, segundo suas próprias conveniências, numa tentativa de amealhar fiéis a todo o custo, como quem entra numa campanha de marketing para conseguir clientes para as lojas de um novo shopping.
Toda semana Cristo é leiloado em altares ao redor do mundo, sempre a um preço módico e “ao alcance de todos”. São “campanhas” e pseudo-avivamentos, com pregadores que mais parecem camelôs do que embaixadores de Jesus, sempre dizendo que se você quer a bênção, tem que “pagar o preço”. Meu irmão, não entre nessa canoa furada. Fazer a Obra de Deus não tem nada a ver com o vil metal, tem a ver sim, com mandamentos. “Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas alçadas. Vós sois amaldiçoados com a maldição; porque a mim me roubais, sim, vós, esta nação toda. Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim, diz o Senhor dos exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós tal bênção, que dela vos advenha a maior abastança. Também por amor de vós reprovarei o devorador, e ele não destruirá os frutos da vossa terra; nem a vossa vide no campo lançará o seu fruto antes do tempo, diz o Senhor dos exércitos.” (Malaquias, 3, 8-10)
O preço pela tua salvação Jesus já pagou no Calvário. A única premissa para você ser abençoado é que seja fiel a Deus, que não o roube nos dízimos e ofertas alçadas, e cumpra seus mandamentos. Não existe tabela para cura divina, para prosperidade, para uma “casinha” ou um “castelo” no céu. Os vendilhões estão vindo aí, querem te colocar numa cruz, querem te julgar, e se não pagares, vão te condenar aqui mesmo, antes do juízo final. São raposas tentando cuidar de vindimas, são lobos brincando de pastores, prontos para devorar o próprio rebanho.O preço que Jesus te pede, em sua palavra é a fidelidade e a humildade, condições precípuas para a salvação. “Apascentai o rebanho de Deus, que está entre vós, não por força, mas espontaneamente segundo a vontade de Deus; nem por torpe ganância, mas de boa vontade; nem como dominadores sobre os que vos foram confiados, mas servindo de exemplo ao rebanho. E, quando se manifestar o sumo Pastor, recebereis a imarcescível coroa da glória. Semelhantemente vós, os mais moços, sede sujeitos aos mais velhos. E cingi-vos todos de humildade uns para com os outros, porque Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes. (Pedro 5, 2-5)
A partir do momento que você aceitou o Homem de Nazaré, como seu único e legítimo salvador, e segue seus ensinamentos, não há mais quem te condene, não há mais quem te crucifique, não há mais quem possa te derrubar, pois a tua fé está alicerçada no dono da bênção, N’aquele que venceu a morte, arrebatou as chaves do inferno, ressuscitou e está investido de todo o poder, sentado à destra do Pai.
E os vendilhões? Ah! Para estes, que fazem de Jesus uma ferramenta de vendas, uma ponte para alcançar seus sonhos de riqueza e poder, que condenam a vaidade nos outros, mas que são verdadeiros pavões, ostentando números de fiéis para justificar o injustificável, para estes está reservado o Lago de Fogo, que está sendo preparado para o diabo e seus anjos. “...e o Diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde estão a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados pelos séculos dos séculos.” (Apocalipse 20,10) (Pr. Ari Pinheiro)

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Pode alguém sem fé, ou de pouca fé, alcançar a graça e a misericórdia de Deus?

Pode alguém sem fé, ou de pouca fé, alcançar a graça e a misericórdia de Deus?
Pr Ari Pinheiro

Bem, em Hebreus 11.6 está escrito: Sem fé é impossível agradar a Deus; todavia aqui há um porém, na verdade a maioria das pessoas têm fé, só que as vezes não é uma fé madura, uma fé racional. Muitas pessoas possuem uma fé emocional e assim, ela sofre altos e baixos, e a vida desta pessoa segue a sua forma de fé.
   A bíblia relata também que a fé de outras pessoas é capaz de fazer com que a graça alcance uma terceira. Isso fica muito claro quando quatro amigos resolveram ajudar um homem que era paralítico a chegar na presença do Mestre(Mateus 9:1-8), todavia a residência onde Jesus ensinava estava repleta e não havia meios de entrar pelas portas ou janelas com a cama daquele homem doente. Em nossos dias isso bastaria para que a maioria das pessoas visse isso como “um sinal” de que ele deveria continuar paralítico para sempre, já que a cura estava a poucos passos, mas as circunstâncias dificultavam o acesso. Não foi isso que aconteceu há mais de dois mil anos. Os amigos do paralítico foram além das circunstâncias, ignoraram as dificuldades e abriram um buraco no telhado da casa, introduziram assim o homem na presença de Jesus. Notem que o texto bíblico não fala que o paralítico não tinha fé; mas o ponto forte da mensagem é que Jesus viu a fé dos quatro homens, ou seja, valorizou a iniciativa dos mesmos em driblar as dificuldades e encontrar uma alternativa ao percalço que hora se apresentava. Jesus se agrada dos empreendedores, daqueles que vão além das circunstâncias para levar uma alma carente de salvação até sua presença. Eles sabiam que o amigo necessitava de um milagre, sabiam onde havia alguém que fazia milagres; logo, faltava apenas a ação de juntar os dois pontos para que o nome de Deus fosse glorificado.
   Mesmo nesta atmosfera de perdoar pecados e fazer milagres apareceram os murmuradores. Veja no texto que os escribas censuraram Jesus por sua ação de misericórdia; logo, mesmo que você seja uma pessoa de muita fé, não estará livre de murmurações e outros empecilhos para dificultar suas ações. Não ligue, suba no telhado, retire as telhas e faça sua parte, o resto é com Deus.
   Ter pouca fé também não é empecilho para Deus agir. Numa passagem interessante das escrituras (Mateus 14:22-27) os discípulos se encontravam em desespero, pois o barco em que estavam foi colhido por uma tempestade violenta e todos temiam o naufrágio iminente. Jesus vinha ter com eles sobre as águas, mas todos cuidavam de estar vendo um fantasma e ficaram mais apavorados ainda. Não é diferente em nossos dias. As ondas de luta se levantam, os ventos nos sacodem violentamente e tudo ao redor parece fantasmagórico; até mesmo o agir de Deus nos parece algo improvável em meio a tempestade.
   Pedro tinha uma fé muito forte, mas era uma fé emocional, de momentos. Enquanto todos temiam e tremiam, ele se adiantou e bradou: “Mestre, se és tu, faze com que eu vá até aí caminhando sobre as águas...” Jesus assentiu e Pedro desceu do barco, literalmente caminhou sobre as águas, mas a fé emocional o traiu, mostrando para ele o tamanho das ondas. O emocional aumentou a tempestade e diminuiu Jesus na mente de Pedro. Ele começou a afundar, mas foi socorrido a tempo. “Homem de pouca fé, porque duvidaste?”  Aqui ainda cabe uma reflexão, todos falam da pouca fé de Pedro, mas ninguém comenta sobre os outros que sequer saíram do barco, sequer dirigiram a palavra para o que acreditavam ser um fantasma. Pessoas para zombar de tua (pouca) fé nunca vão faltar, mas é própria bíblia quem responde mais esta questão: “Se tiveres fé do tamanho de um grão de mostarda...(Lucas 17:6)” Nesta segunda-feira, quando fui impelido pelo Espírito Santo a escrever sobre este tema, eu não sabia que era você quem leria esta mensagem, mas a minha fé me dizia que alguém leria e seria edificado por ela. Então sentei em frente ao computador e deixei que Deus usasse minha mente e meus dedos. Não sei qual a tua situação, se de ausência de fé, se de pouca fé, ou de uma fé madura e racional; mas uma coisa eu sei, se Deus te guiou para este blog para ler esta mensagem, algo Ele quer falar ao teu coração. Fecha teus olhos e sente Ele caminhando sobre as águas, vindo ao teu encontro. Não é um fantasma, é simplesmente a solução para o teu problema! Não duvides, crê somente, pois segundo o Eclesiaste “Há um tempo para tudo na vida..”(Eclesiaste 3:1-8)

Este pode ser o teu tempo de ser feliz, pense nisso! Deus te abençoe desde hoje e para todo o sempre, amém!

sexta-feira, 6 de maio de 2011

terça-feira, 3 de maio de 2011

Gideões Missionários: Pastor Cesino Bernadino é indicado ao Nobel da Paz


Durante as pregações do 29º Congresso Internacional de Missões dos Gideões Missionários da Última Hora foi anunciado uma grande honraria para o Pastor líder e fundador do evento, Cesino Bernardino.
O Pastor foi indicado ao Prêmio Nobel da Paz devido a sua luta “pela causa da família cristã”, como afirmou um dos Pastores participantes do Congresso. Cesino é o primeiro catarinense a ser indicado ao famoso galardão que já premiou Barack Obama, Nelson Mandela, Tenzin Gyatso (Dalai Lama), Madre Teresa de Calcutá, entre outros. Outro famoso líder evangélico brasileiro que já foi indicado ao Prêmio foi o Pastor Manuel Ferreira, da Igreja Assembléia de Deus de Madureira.
Durante o anúncio no evento, foi feita uma pequena solenidade para a entrega da placa representativa “Diploma de indicação ao Prêmio Nobel da Paz 2010/2011 como apóstolo social”. Entre os feitos que fizeram jus a indicação do Pastor, é citado a reconstrução do Haiti.
Emocionado, o Pastor João Pedro comentou: “Em tenho certeza que nos céus os anjos fazem coro e tocam trombetas em honra e glória porque agrada a Deus o que esse homem faz”.

segunda-feira, 2 de maio de 2011

sábado, 30 de abril de 2011

ESTÃO TENTANDO NOS CALAR

Comunicado do Pr. Marco Feliciano a todos os evangélicos

A noite passada passei em vigília e em oração.  Busquei entendimento no Senhor sobre os assuntos que pautaram os  noticiários, e o que me veio ao coração foi preocupante demais.Existe  uma proposta de lei que foi (PL.122), na qual tem como um de seus  alvos, retirar das prateleiras todos os escritos tidos por um grupo como  Escritos Homofóbicos.Para o leigo, tal proposta é legitima,  afinal, qualquer tipo de preconceito deve sim ser combatido e repudiado.  Todavia para os que conhecem a fundo o assunto, sabem muito bem que o  alvo é banir do nosso país o Livro dos Livros, A Bíblia Sagrada! Pois  esta contem textos que condenam a pratica da homossexualidade.Mas  depois de meditar, pois fui bombardeado por um assunto que foi  deturpado, compreendi. Ontem eu citei a bíblia num assunto puramente  teológico que fala abertamente sobre maldições e nada mais, e acabei  sendo acusado maldosamente de ser racista e preconceituoso, isso,  confesso, me da nojo, angustia e revolta e fico pensando até onde vaia maldade de alguns.E pensei. Qual será o próximo ataque?Será  que eu, ou um outro líder religioso estaremos pregando sobre a CRUZ e  falando que o sofrimento de Jesus nos libertou do mal, e alguém ira nos  processar, dizendo que estamos fazendo apologia a TORTURA? Ou nos  rotulando de MASOQUISTAS?Será que ao ministrarmos sobre o nascimento virginal de Jesus, dirão que apoiamos a GRAVIDEZ INDEPENDENTE?Que ao citarmos o patriarca Abraão e o sacrifício de Isaque irão dizer que apoiamos a VIOLÊNCIA CONTRA A CRIANÇA?Que quando pregarmos contra a feitiçaria, seremos taxados de intolerantes?Acordemos!  De maneira subliminar e sorrateira começam a desconstruir a nossa fé  cristã. Começam a manipular a opinião publica contra nossas bases.Abra  sua Internet e procure sobre perseguição religiosa no mundo. Você  encontrará pastores presos por pregarem a palavra, serem processados por  sustentarem suas posições cristãs!Pastor nesse país é sinônimo  de ladrão, padres, sinônimo de pedofilia! Será que ninguém percebe o que  esta acontecendo aqui? Estamos sendo perseguidos, estamos sofrendo  PRECONCEITO RELIGIOSO!Em uma reunião da Frente Parlamentar da  Família, (da qual sou o segundo secretario), com o Ministro da Justiça,  ouvi o presidente da frente, o Senador Magno Malta algo que me deixou  assustado, pois eu não tinha o conhecimento, de que, o programa  evangélico do Pr. Silas Malafaia sofreu uma retaliação e tem  classificação especial. Não pode ser exibido em horário normal, pois foi  rotulado como impróprio. Mas algumas novelas, que mostram, nudez, sexo,  violência, não sofrem com esse problema. Que país é esse, onde a  palavra de Deus não pode ser pregada como ela é?Acordemos  repito! Nossos conceitos, nossos valores, nossa fé esta sendo posta a  prova e não nos atentamos a isso. E quando falo nossa fé não me dirijo a  uma vertente A ou B do cristianismo, e sim a todos os cristãos do  Brasil. A CNBB deve tomar conhecimento do anunciado ontem via mídia  on-line, que, a Igreja Católica foi citada no episódio, pois afirmaram  que já houve preconceito no passado usando o mesmo texto bíblico.Eu  conclamo a todos os que professam a fé cristã a se posicionarem agora,  para não chorarmos amargamente amanhã! Caminhamos para o caos como uma  sociedade sem regras, onde os valores estão deturpados e o certo passa a  ser o errado.Estou Parlamentar, eleito pelo povo de Deus, e sou  Pastor por vocação divina. Se for pelo evangelho, não temo. Lutarei  sempre. Não me intimidarei ante estes ataques. Agora acabei descobrindo o  real motivo pelo qual fui constituído pastor pelo Senhor e parlamentar  pelo povo brasileiro. Essa é minha bandeira, a minha fé!Porque não me envergonho do evangelho, pois é o poder de Deus para a Salvação de todo aquele que crê... Romanos 1:16.
Pastor Marco FelicianoDeputado Federal - PSC/SP Membro da Frente Parlamentar Evangélica SITE www.marcofeliciano.com.br

sexta-feira, 8 de abril de 2011

AQUEM INTERESSA A FALTA DE PRESERVAÇÃO DA MEMÓRIA HISTÓRICA?

A QUEM INTERESSA A FALTA DE PRESERVAÇÃO DA MEMÓRIA HISTÓRICA? (Ari Pinheiro*)


   Não gosto muito de começar um texto com uma pergunta, mas neste caso ela é pertinente, já que algumas coisas permanecem inexplicáveis neste país abençoado por Deus.
   Um exemplo disso é a relutância do governo em abrir os arquivos da ditadura e mostrar aos brasileiros a verdadeira cara de nossos “heróis”, muitos dos quais são nomes de ruas, praças e escolas. É temerário dizer que tudo faz parte de uma grande teoria da conspiração, mas também é temerário dizer que tal atitude é normal. Não é normal, não é moral; e apesar de parecer legal, tenho dúvidas se a população brasileira não teria pleno direito de conhecer sua história recente, fartamente documentada e trancafiada em arquivos secretos guardados a sete chaves. Aquilo que é liberado para pesquisa é como gotas homeopáticas, fatos que podem servir apenas para ilustrar uma redação do primeiro ano, e isso superfaturando a importância. A quem interessa tudo isso?
   Numa recente visita a um hotel de cavalos em Triunfo/RS, encontrei a sede da antiga Sesmaria da Piedade, onde morou o pai do Bento Gonçalves da Silva, o grande herói da Revolução Farroupilha. Dali foi que sua mãe partiu já nos dias de dar a luz e foi para a sede do município onde os recursos para o parto eram mais avançados. Lá, na sede da Sesmaria da Piedade (que deu origem ao município de Bom Jesus do Triunfo), está apenas uma pequena parte dos alicerces da moradia, preservados mais pela consciência dos moradores do que por qualquer atitude do poder público. Será que em algum momento os mandatários daquelas plagas se deram conta que não fosse por muitos fatos acontecidos sobre aqueles alicerces eles não estariam hoje administrando os milhões de reais que entram todos os anos no cofres da prefeitura? A quem interessa o enterro da memória histórica?
   Fosse no velho mundo o local já teria sido tombado como patrimônio histórico, escavado, reconstituído e preservado; iluminado e transformado em local de visitação. Seria colocado em folheteria adequada, a qual seria mandada para agências de viagem, turismo receptivo, aeroportos e rodoviárias dos municípios de entorno. A visita seria guiada, o que criaria empregos para guias turísticos, geraria receita para os cofres do município; e o principal, enriqueceria a cultura da cidade e do estado, tudo isso a custos baixos, quase irrelevantes diante da importância histórica do local. Já há relatos de visitas da argentina e da europa ao lugar, gente que se interessa pela nossa história. Mas oficialmente, onde estão os registros? Apenas na memória de quem acompanhou as pessoas examinando e tirando fotografias do local. Pena a centenária figueira que adorna a propriedade não possa falar a linguagem dos seres humanos, pois ela sim, é testemunha ocular de muitos fatos acontecidos sob seus galhos. Atravessou gerações e continua firme, descansado sobre suas raízes e estendendo um tapete de sombra fresca para quem quizer tirar uma siesta ou um dedo de prosa numa roda de chimarrão ao entardecer.
   Aquem interessa o enterro da memória histórica? Não consigo responder com exatidão esta pergunta que perturba meus sonhos, mas que tenho sérias suspeitas, lá isso é verdade, como se falava no Rincão do Samburá, terra dos meus avós.


*Do Galpão da Poesia Crioula, escritor e poeta.

sábado, 5 de março de 2011

GAITHER VOCAL BAND

sábado, 26 de fevereiro de 2011

KADAFI E ELIZABETH

Kadafi e Elizabeth, a dama e o cachorro louco
Pr Ari Pinheiro



   Um dia, num tempo não tão distante assim, Ronald Reagan era presidente do Estados Unidos da América, e num momento de iluminação quase profética chamou o ditador da Líbia, Muamar Kadafi, de “cachorro louco do Oriente médio”. Mal sabia ele o quanto de loucura cabia no cérebro egocêntrico do coronel Kadafi.
Bush pai; Busch filho, Bill Clinton e agora Obama são (como dizia o prólogo do antigo Repórter Essso) “testemunhas oculares da história”. Kadafi não só estabeleceu sua loucura megalomaníaca na Líbia, como loteou o país entre seus filhos; coisa que nem os regimes monárquicos ousaram fazer ao longo da história humana. E porque não o fizeram? Porque o povo, mesmo que governado por um rei, gosta de ter a sensação de que alguém de suas relações o represente nas esferas mais altas do poder. Pode ser ilusório, mas o fato de um primeiro ministro ser eleito pelo povo (mesmo que isso seja por vias indiretas) mantém a plebe quieta e ordeira por muito tempo. A inglaterra sabe disso, e vejam a quanto tempo a rainha-mãe está no trono. Aliás, ele mesmo, Kadafi, falou isso em recente pronunciamento.


Muita petulância do senhor kadafi querer se igualar a Rainha Elizabeth! Nem em meus devaneios mais profundos eu ousaria imaginar a dama inglesa ordenando que aviões e tanques de guerra abrissem fogo pesado contra manifestantes civis; mesmo que sejam eles manipulados por “forças estranhas” que agem dentro e fora da Líbia. Essas forças estavam adormecidas, pois o cachorro louco não havia manifestado a doença em toda a sua extenção. Fazia estrepolias apenas dentro de seu quintal; derrubando um aviãozinho aqui, financiando um atentado ali, coisa pouca, como se diz no Rio Grande. Enquanto isso as “forças estranhas” que o querem fora, hoje mais do que o próprio povo líbio, enchiam as burras com barris de petróleo a preços convidativos e contratos milionários para suas empreiteiras. Agora é uma correria só, o cusco se soltou e está querendo morder toda a vizinhança, e ninguém quer tomar parte, sob pena de ser contaminado pela raiva e levado de roldão na esteira dos acontecimentos.


Kadafi diz que não sai; Mubarak também dizia. O povo, em sua maioria quer vê-lo pelas costas. A comunidade internacional, até mesmo aqueles comensais acostumados à sua mesa, bateram em retirada, mas ele e a família dizem que ficarão até a última bala.E os mortos se amontoam nas ruas de Trípoli, última trincheira do ditador acuado. Tenho certeza de que se isso estivesse acontecendo na Inglaterra, nossa dama sairia em um avião escoltada pelo serviço secreto e iria terminar os seus dias em algum paraíso tropical, cercada de regalias. Kadafi tem tanto dinheiro que poderia fazer isso com toda a família, mas dificilmente fará.


Esta é a grande diferença entre uma dama e um cachorro louco.

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

COMO VOTARAM OS EVANGÉLICOS NA QUESTÃO DO SALÁRIO MÍNIMO!

Como votou a "Bancada Evangélica" na questão do Salário Mínimo

Este post foge à natureza comum deste blog, predominantemente devocional. Entretanto, a necessidade de uma apologética combativa que produza um choque ético na Igreja Evangélica brasileira nos leva a publicar uma listagem completa dos nomes dos parlamentares da Frente Parlamentar Evangélica, e como votaram no recente debate do Salário Mínimo.


O princípio que nos orienta nesta postagem não é de cunho ideológico, é apenas para que os evanelicos saibam como estão votando seus representantes.


Deputados Evangélicos que apoiaram o Salário Mínimo de R$ 545,00:

ADILSON SOARES (PR-RJ)

AGUINALDO RIBEIRO (PP-BA)

ANDERSON FERREIRA (PR-PE)

ANDRÉ ZACHAROW (PMDB-PR)

ANTHONY GAROTINHO (PR-RJ)

ANTONIA LUCIA (PSC-AC)

ANTONIO BULHÕES (PRB-SP)

AROLDE DE OLIVEIRA (DEM-RJ)

AUREO (PRTB-RJ)

BENEDITA DA SILVA (PT-RJ)

CLEBER VERDE (PRB-MA)

DELEGADO FRANCISCHINI

DR GRILO (PSL-MG)

EDUARDO CUNHA (PMDB-RJ)

EDMAR ARRUDA (PSC-PR)

ERIVELTON SANTANA (PSC-BA)

FATIMA PELAES (PMDB-AP)

FILIPE PEREIRA (PSC-RJ)

GEORGE HILTON (PRB-MG)

GILMAR MACHADO (ausente)

HELENO SILVA (PRB-SE)

IDEKAZU TAKAYAMA

ÍRIS DE ARAÚJO (PMDB-GO)

JEFFERSON CAMPOS (PSB-SP)

JOSUE BENGTSON (PTB-PA)

LAERCIO OLIVEIRA (PR-SE)

LAURIETE (PSC-ES)

LEONARDO QUINTAO (PMDB-MG)

LILIAM SÁ (PR-RJ)

LINCOLN PORTELA (PR-MG)

MARCELO AGUIAR (PSC-SP)

MARCO FELICIANO (PSC-SP)

MARCOS ROGÉRIO

MÁRCIO MARINHO (PRB-BA)

MARIO DE OLIVEIRA (PSC-MG)

NEILTON MULIM (PR-RJ)

NILTON CAPIXABA (PTB-RO)

OTONIEL LIMA (PRB SP)

PASTOR EURICO (PSB-PE)

PAULO FREIRE (PR-SP)

PROFESSOR SÉTIMO (PMDB-MA)

RONALDO NOGUEIRA (PTB-RS)

RONALDO FONSECA (PR-DF)

SILAS CAMARA (PSC-AM)

SINVAL MALHEIROS (

SABINO CASTELO BRANCO (PTB-AM)

SERGIO BRITO (PSC-BA)

SUELI VIDIGAL (PDT-ES)

VITOR PAULO (PRB-RJ)

WALNEY ROCHA (PTB-RJ)

WALTER TOSTA (PMN-MG)

WASHINGTON REIS (PMDB-RJ)

ZÉ VIEIRA (PR-MA)

ZEQUINHA MARINHO (PSC-PA)



Total: 54



Deputados que apoiaram valores maiores para o Salário Mínimo:



ANDREIA ZITO (PSDB-RJ)

BRUNA FURLAN (PSDB-SP)

HENRIQUE AFONSO (PV-AC)

JOÃO CAMPOS (PSDB-GO)

JORGE TADEU (DEM-SP)

MANATO (PDT-ES)

ONIX LORENZONI (DEM-RS)

ROMERO RODRIGUES (PSDB-PB)

RUY CARNEIRO (PSDB-PR)

VAZ DE LIMA (PSDB-SP)



Total: 10



ABSTENÇÃO:



LINDOMAR GARÇON (PV-RO)

ROBERTO DE LUCENA (PV-SP)



Total: 02

Postado por Pr. Cláudio Moreira às 14:33

Marcadores: Bancada Evangélica, Congresso Nacional, Política, Salário Mínimo