sexta-feira, 7 de maio de 2010

DE ONDE VIVE A SAUDADE

 (Ari pinheiro)


Queres realmente saber do que sinto falta?
Saber de meu mais íntimo anelo?
Posso contar-te
Mas não podes ajudar-me
Já que a minha saudade
É de uma pátria distante
Encravada no coração do universo...
Por isso meu canto...




Deus te abençoe, dizem-me alguns
Seguros de que sabem do que falam...
Mas sinto logo a insegurança
Que transmitem
Esses lábios quando se calam...
Onde não existem oceanos
De nada valem navios
Também não se encontram provisões
Dentro de silos vazios...


E de que vale um céu estrelado
Numa noite de neblina?
E paisagens exuberantes
E noites enluaradas
A quem tem pernas dormentes
E traz retinas nubladas?
Ninguém pode matar a sede
Em fontes esturricadas...


Deus te abençoe, dizem-me alguns
Em vocábulos claudicantes...
Mas pouco sabem de Ti
Pois mais se assemelham a farsantes
Marujos empedernidos
Da nau dos ignorantes...
Esta que muitas vezes
Navega a frente da frota
Insensata capitânia
De fronte erguida
Que por ter bússola partida
Expõe todos à bancarrota!


Deus te abençoe, dizem-me alguns
Sem muita convicção...
Pois na faina de ditar rumos
Já perderam a direção
Guiando rebanhos a esmo
Por estepes ressequidas
Esquecidos que o Rio da Vida
Está dentro da gente mesmo;
E que Teu pasto ondulante
Pelo vento da monção
Nos conforta e nos sacia
E reverdece todo o dia
Nos campos do coração...


Deus te abençoe, dizem-me alguns
Com olhar indagatório
Como se este meu anelo
Fosse um desejo ilusório
Mal sabem que o incensório
Que perfuma os dias meus
Vai demarcando a estrada
Pra minha eterna morada
Esta terra desejada
Que existe além do véu
Meu destino de verdade
Onde vive a minha saudade,
A pátria grande do céu!

3 comentários:

Marilda Helena disse...

Muito lindo esse poema pastor!
Não só lindo,como tbém retrata em versos...comportamentos humanos q as veses nos enganam...É vero!.admiro vc,sua capacidade de retratar em versos ,estrofes;cenas reais de nosso cotidiano...!Parabéns!!!!

Marilda Helena disse...

Querido pastor Ari...dos poemas que já li...este fala de mim... Tbém...gostei tanto que passei por aqui pra ler novamente...tanto q me marcou...Ameiiiiiii!!!Achei de uma verdade tão gde e tão comovente...
noo que lindo!!!tb tenho esse anseio do qual vc fala com uma autonomia de dar gosto...Ñ sou poeta digo,mas admiro,curto prá caramba;poesias poemas;essa fala diferente de se comunicar!!!humm que maravilha!!!
Deus o abençõe...que sempre encontre inspiração para fazeres bem à minha alma!ohh minha alma...vc sempre pedindo maiss...mais bjuss

Marilda Helena disse...

Querido pastor Ari...dos poemas que já li...este fala de mim... Tbém...gostei tanto que passei por aqui pra ler novamente...tanto q me marcou...Ameiiiiiii!!!Achei de uma verdade tão gde e tão comovente...
noo que lindo!!!tb tenho esse anseio do qual vc fala com uma autonomia de dar gosto...Ñ sou poeta digo,mas admiro,curto prá caramba;poesias poemas;essa fala diferente de se comunicar!!!humm que maravilha!!!
Deus o abençõe...que sempre encontre inspiração para fazeres bem à minha alma!ohh minha alma...vc sempre pedindo maiss...mais bjuss