quarta-feira, 17 de março de 2010

Meu pé de araçá

   Um dia plantei um pé de Araçá do campo em um canto do pátio. Cinco anos e nada de frutas. Comecei a pensar em me livrar do arbusto que já estava tomando ares de árvore grande, fazendo até sombra para o chimarrão do final da tarde. A sombra era boa, mas eu queria frutos, pois eu bem sabia o quanto eram saborosos os frutos daquela espécie.
   Um dia resolvi tomar uma atitude mais drástica. Podei alguns ramos bonitos do Araçá! Tirei vários galhos, dei nova forma a sua copada, observei sua linha vertical agora mais valorizada pela poda e vi que o serviço ficara a contento. Gostei do que restou, embora ainda sem frutos. Resolvi então dar uma nova chance ao arbusto, e qual não foi minha surpresa que na próxima estação de flores e frutos lá estavam 4 flores, do que restaram seus dois primeiros frutos, lindos, bonitos mesmo.
   No próximo ano a frutificação veio farta, com o apogeu do antigo arbusto que agora era uma bela árvore frondosa, de um verde acolhedor e fruto suculentos. mais um tempo e uma piscina ocupou o quintal, e o araçá ficou bem no canto, como uma moldura para o lago artificial, um pouco de vida real onde a ficção plantava raízes, uma banheira de fibra se fingindo de lagoa nos limites do quintal.
   Assim é a vida. Você está plantado em uma zona de conforto, está frondoso até, mas seus frutos, ou não existem ou ainda não estão prontos para os paladares mais refinados. Deus então vem com seu alicate e faz uma poda, as vezes até meio radical. Você sofre, você chora, você lamenta as perdas de coisas que você julgava tão importantes; até que na primavera chegam novas flores, novos brotos e você começa a ver frutos de uma sabor que você nem sabia que existia.
   Este é o agir de Deus, este é o trabalho do Divino Jardineiro, este é o resultado da poda que você precisava e muitas vezes relutava em aceitar. Olhe agora seus frutos, maiores, mais vistosos, suculentos e apreciáveis à vista! Você frutifica quando deixa-se podar, quando aceita a correção e entende as mudanças. Entenda isso e na próxima estção serás surpreendido pelo cheiro de novas flores e frutos!

Nenhum comentário: