quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Pastor apela jovens a evitarem consumo excessivo de álcool

Ondjiva – O pastor da Igreja Pentecostal das Assembleias de Deus em Angola, Capita Elias, aconselhou nesta quarta-feira em Ondjiva, província do Cunene, os jovens locais a evitarem o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, no sentido de não comprometerem o futuro da sociedade.


Em declarações à Angop, o considerou a juventude como “pilar de uma Nação”, daí apelar que essa franja social adopte uma conduta digna e responsável, evitando “passar noites nos estabelecimentos onde se consumem bebidas alcoólicas”, pois provoca consequência negativas.


“Para que se contorne esse mal no meio desta camada juvenil, a igreja tem promovido campanhas de evangelização porta-a-porta, para ensinar os jovens e as famílias a praticarem com fé a palavra de Deus”, revelou.

Capita Elias considerou também necessário que os governos e os seus parceiros criem lugares de lazer, por forma a atraírem e desencorajarem os jovens das práticas negativas, nomeadamente do roubo, delinquência, violência, entre outros mal que chocam as famílias.

Pediu aos pais e encarregados de educação a continuarem a assumir as suas responsabilidades, de acompanharem as crianças a escola e oferecendo-lhes um tratamento especial que garante segurança no seu futuro.

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Em meio a pressão, Honduras recua do ultimato dado ao Brasil

Por Reuters, reuters.com, Atualizado: 1/10/2009 8:50
Por Patrick Markey e Esteban Israel


                                                                               
 Policiais e soldados montam guarda em frente a estação de rádio fechada por decreto do governo golpista, em Honduras




TEGUCIGALPA (Reuters) - O presidente interino de Honduras, Roberto Micheletti, recuou na quarta-feira do ultimato que havia imposto ao Brasil para decidir o destino do presidente deposto Manuel Zelaya, refugiado na embaixada brasileira em Tegucigalpa desde que voltou clandestinamente do exílio, há mais de uma semana.



Zelaya, que se indispôs com as elites políticas e empresariais conservadoras do seu país por causa dos seus vínculos com o governo socialista da Venezuela, foi deposto por militares em junho, dando início à pior crise política da América Central em vários anos.



O governo interino havia dado na semana passada dez dias para que o Brasil decidisse se concederia asilo a Zelaya ou o entregaria às autoridades locais, para que fosse julgado por traição. Militares cercaram a embaixada na semana passada, e o governo ameaçou retirar a imunidade diplomática do local se o Brasil não cumprisse o prazo.



Mas Micheletti está sob crescente pressão da comunidade internacional e até de seguidores locais para resolver a crise e suspender o decreto que suspendeu liberdades civis e fechou dois veículos de comunicação simpáticos a Zelaya.



O chanceler de Micheletti havia ameaçado cassar a imunidade diplomática brasileira se não houvesse uma decisão dentro do prazo, mas em entrevista à Reuters o presidente interino disse não ter sido consultado antes desse anúncio.



"Não faremos nada que viole os acordos internacionais que temos", disse Micheletti. "Eles (Zelaya e seus seguidores) podem ficar lá o quanto quiserem. Tudo o que precisamos é que o Brasil garanta que sua missão não seja usada para campanha política."



Na quarta-feira, um tropa de choque cercou um prédio público e expulsou 57 simpatizantes de Zelaya que haviam se entrincheirado no local desde a deposição do presidente, um magnata da madeira que deu uma guinada à esquerda depois de chegar ao poder.



A Organização dos Estados Americanos pretende enviar na semana que vem uma delegação de chanceleres a Honduras para tentar mediar negociações entre Zelaya e Micheletti.



O presidente interino disse na quarta-feira que está considerando os apelos para revogar o decreto do estado de emergência, mas que a rádio Globo e a TV Cholusat Sur, favoráveis ao antigo governo, permaneceriam fechadas.



O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, aderiu ao coro internacional dos que pedem o fim das medidas de emergência e das ameaças à embaixada brasileira. Parlamentares locais também têm pressionado Micheletti a revogar o decreto.



O Brasil, uma potência regional na América Latina, rejeitou o ultimato de Micheletti e pediu que a comunidade internacional exerça mais pressão. Os EUA também exigiram que o governo interino revogue as medidas.                                        

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Minha mãe, eu e o picador de lenha - Pr. Ari Pinheiro

Eu era criança
E via minha mãe lançar mão do machado
E ir-se rachar lenha...


Ficava imaginando o que pensava
O que falava com Deus
Enquanto brandia o machado
Cada vez mais forte contra os troncos
De cerne cujo destino era o fogão...


Hoje eu sei que ela não picava lenha
Mas a cada machadada
Ia picando suas mágoas
Suas desventuras
Suas lutas...


Parecia perguntar ao Senhor
Porque tão pesado fardo
Para um corpo tão frágil...
Se algumas queixas sobravam
Vinham com as achas
E viravam fumaça no fogão...


Um dia também fui ao picador de lenha
E aprendi a deixar lá
Minhas raivas de adolescente
Minhas angústias
Minhas incertezas...
Meu primeiro psicólogo
Foi o picador...

Um dia dei a última machadada
E me fiz de viagem para o mundo...
Troquei o picador pelos comprimidos
De Diazepan, Hidantal e outras drogas
Que não tinham o mesmo efeito
Do velho picador de lenha
Da minha infância...

Foi assim até o dia em que Jesus me resgatou
E trocou todos os meus fardos
E comprimidos pela doçura
de sua mensagem...
Hoje eu sei que o velho picador me preparou
A mente e o corpo
Para enfrentar as lutas de agora...


Só hoje posso entender como minha
mãe venceu sem psicólogos ou remédios...


O velho picador de lenha
Continua ditando mensagens
Pelos recantos da memória
Enquanto Jesus Cristo sara nossas feridas
Com o seu sangue remidor...


Hoje, nem remédios nem picador,
Só a palavra de Deus
E Seu infinito amor
Substituem o som do velho picador!

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Lula sanciona projeto de lei que institui Dia Nacional da Marcha para Jesus

   O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou neste dia 3 de setembro o projeto de lei que institui o Dia Nacional da Marcha para Jesus. A comemoração ocorrerá sempre no primeiro sábado contados 60 dias após o domingo de Páscoa.
O evento teve origem em Londres e hoje ocorre em diversos países. A organização cabe a igrejas evangélicas, mas a intenção é atrair diversas denominações religiosas como objetivo de promover a manifestação pública da fé cristã. O projeto de lei foi apresentado pelo senador Marcelo Crivella (PRB-RJ).
Da Agência Brasil

terça-feira, 18 de agosto de 2009

BANDA COMUNIDADE GOSPEL LANÇA CD E LOTA CLUBE DE TRIUNFO





Dia 15 de agosto de 2009, na cidade de Triunfo, Rio Grande do Sul, aconteceu o lançamento do primeiro CD da Banda Comunidade Gospel, pertencente a Igreja Evangélica Pentecostal Remidos por Cristo – Ministério Triunfo.





O evento aconteceu na sede do Clube Comercial Centenário, o qual ficou completamente lotado pelos fiéis de várias denominações evangélicas que vieram conferir de perto a apresentação do repertório da banda, o qual conta com hinos ungidos de adoração a Deus, com ritmos variados, desde o rock passando por canções melódicas e estilos gauchescos. O hino Asas nos pés, que dá nome ao trabalho, é de autoria do Pr. Ari Pinheiro, o qual foi o pregador da noite.






O pastor Ari Pinheiro abordou o tema: “Conhece-te a ti mesmo e Deus te colocará asas nos pés”, baseado em Êxodo 3:10-11.





A Banda Comunidade Gospel é formada por: Giovane Ávila (Mano): Bateria e percussão; Cristian Pires (Titi) – Baixo, percusssão e voz; Vagner Souza (Vaguinho): Guitarra e voz; Maico Rodrigo (Maicão): Violão e voz; Karine Ávila (Kaká): Teclados e voz.






O Cd já começou a rodar nas rádios evangélicas do sul do país onde os hinos Por ti e Asas nos pés tem puxado os pedidos. Já está nos planos da banda começar uma série de cruzadas de evangelização para mostrar ao público mais este trabalho de louvor.









A direção do Ministério Remidos por Cristo parabeniza os integrantes da banda pelo lançamento desta importante obra fonográfica que vem enriquecer ainda mais os nossos cultos de adoração a Deus.

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

URGENTE! PEDIDO DE ORAÇÃO!

Irmãos, no último sábado aconteceu um terrível acidente em Triunfo, RS, justamente na hora que eu ia chegando na cidade para o evento de lançamento do CD da Banda BCG, da qual falarei mais tarde. O acidente vitimou um casal de irmãos pertencentes a nossa sede, no Porto Batista, os quais estão em coma em hospitais de Porto Alegre. Peço oração por eles e, se possível, repassem este pedido de oração para outras redes.
O nosso Deus é um Deus de milagres!

Pr. Ari Pinheiro

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Tenho problemas com hipócritas...

Pr. Ari Pinheiro


E parece que por não gostar muito de fariseus, vez por outra eles se atravessam no meu caminho.
É verdade que tenho que me converter cada dia mais, pois a Bíblia manda amar os meus inimigos, quanto mais essa raça de fingidores que assola o terceiro milênio. São tapinhas nas costas, meios sorrisos, um pouco de puxasaquismo e punhais afiados. Punhais disfarçados de espanadores, de plumas e outros objetos macios, mas que na hora do adeus, como se diz lá na fronteira, "cortam mais que pensamento de china despeitada."



A estas alturas alguns fariseus hipócritas devem estar pensando ou até dizendo por aí que estas não são palavras dignas de um texto escrito por um pastor. Este é o problema de muitos bajuladores de plantão. Falam uma linguagem empolada e ininteligível, própria dos enroladores, que prendem a atenção das pessoas mais pelas asneiras do que pela boa fluência da fala ou do texto que escrevem. Não vivem o que pregam e não pregam o que vivem, são sepulcros caiados que só servem para empestear o ambiente onde estão dispostos, como feridas brancas escondendo gangrenas mortais sob uma falsa cicatrização.


Tenho problemas com esta gente, porque a alergia que se propaga entre treva e luz faz com que estas duas facções nunca se misturem, já que seus produtos finais são distintos e não satisfazem os mesmos paladares. A hipocrisia tomou conta dos altares, dos púlpitos, dos palcos, das instituições, dos lares, enfim; é um tipo de câncer que espalhou suas metástases por todo o tecido social e prepara o ritual para uma morte anunciada.


Só existe uma vacina capaz de parar o avanço desta chaga mortal, é colocar mais de Deus no coração da humanidade, e, em derradeira instância, preparar um azorrague para expulsar os cambistas da esplanada do templo, antes que ele se transforme num banco ou outra empresa qualquer de fomento.


Talvez você não tenha gostado da minha linguagem, mas ela é autêntica e não precisa de retoques para que seja entendida. É meu discurso e minha prática, no púlpito, na rua, na pescaria ou na fila do banco. Uma cara só para um homem só, com defeitos e virtudes, porém verdadeiro em suas lutas e anseios.


Tenho problemas com hipócritas, por isso tenho que descer na olaria de Deus para que meu vaso seja refeito. Preciso aprender que os fariseus também merecem a salvação, mas que dá uma vontade, isso não se pode negar...

Hoje eu entendo porque Jesus perdeu a paciência com essa raça...

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Igreja Quadrangular: Justiça ordena que igreja devolva doação de R$260 mil

Adicionado por Claudio Luiz em 31 julho 2009 às 2:05


Igreja Quadrangular: Justiça ordem que igreja devolva doação de R$260 mil
A Justiça de Santa Catarina determinou que R$ 260 mil devem voltar aos cofres públicos com juros e correção monetária. O dinheiro foi concedido como subvenção social ao Serviço de Ação Social da Igreja do Evangelho Quadrangular (Sasieq) em 1997 pelo Estado.


Foram condenados a devolver solidariamente o valor, o governador da época, Paulo Afonso Evangelista Vieira, a Igreja do Evangelho Quadrangular, seu presidente, o deputado estadual Narcizo Parisotto (PTB), e o próprio Sasieq. A ação civil pública foi proposta pelo Ministério Público e cabem recursos à decisão de primeira instância.
O problema mais relevante, na avaliação do juiz Luiz Antonio Zanini Fornerolli, foi a construção de um templo da igreja no terreno comprado com parte do valor – R$ 190 mil – da subvenção destinada à Sasieq. Não ficou demonstrado, conforme o juiz, que os demais R$ 90 mil foram aplicados em obras assistenciais.


Na decisão, o juiz afirmou que a entidade não era reconhecida, à época, como de utilidade pública, justificando a condenação de Paulo Afonso.
O juiz também ressalta que havia confusão jurídica entre a igreja e o Sasieq, inclusive com uso do mesmo Cadastro Geral de Contribuinte. Paulo Afonso afirma que, em sua gestão, atendeu a vários credos religiosos através de subvenções. O advogado de Parisotto não se manifestou.

O outro lado


O advogado de Paulo Afonso Vieira, Murilo Rezende Salgado, afirmou que deve entrar com recurso, mas preferiu não adiantar detalhes das alegações. O ex-governador afirmou que não conhece a decisão judicial, mas que em sua gestão as subvenções a entidades de cunho social de diversos credos religiosos foram constantes.
A assessoria de Narcizo Parisotto informou que o advogado André Melo Filho falaria sobre o assunto. Procurado, o advogado, que também defende a Igreja e a Sasieq, ficou de retornar a ligação ao DC. O contato não ocorreu até o fechamento da edição.


O que é subvenção social

Subvenção social é um recurso concedido pelo governo do Estado a entidades que desenvolvem trabalhos sociais. Em SC, podem ser concedidas pelo Fundo Social e por diversos órgãos do governo, como pastas da Saúde e Educação. A distribuição, no caso do fundo, passa pela secretaria da Fazenda (órgão gestor) e por um conselho deliberativo. Os critérios de preferência são: Índice de Desenvolvimento do município (IDH), indicador econômico e plano de governo. Depois, a instituição e o objeto da solicitação são analisados conforme a legislação. Quando o pedido é aprovado, a entidade requerente precisa apresentar uma série de documentos.

Calheiros e Collor contra Simon


A discussão no plenário do Senado ontem a noite foi deprimente, para não dizer coisa pior.Como a voz das oposições, o senador Pedro Simon mais uma vez foi duro com José Sarney, dando a entender que ele devia deixar a presidência da casa. Foi como jogar água num formigueiro! Saltaram das moitas (digo das cadeiras) quais cães ferozes, dois antigos detratores de Sarney, saltaram em defesa do mesmo atacando Simon com palavras chulas, gritos e até ameaças veladas.Renan Calheiros e Fernando Collor atacaram Simon com uma ferocidade de fera ferida, com palavras e atitudes que não coadunam com a dignidade que devia existir no senado. Dizem que lá, como em outras instâncias, até existe um conselho de ética; fico imaginando o que os membros desse ético conselho estejam fazendo a respeito.Como Calheiros já foi presidente e teve que deixar a cadeira para não ser caçado, e Collor, bom este dispensa comentários; qualquer um que tenha acima de trinta anos sentiu na pele e no bolso os efeitos de sua gestão na presidência do país, sem falar de suas antigas opiniões sobre José Sarney, que cá para nós, quem tem um pouco de memória deve ter ficado entre dois sentimentos, de estupefação ou de nojo, dependendo do grau de alienação, é claro.
Ao ver o quadro não me furtei de uma analogia momentânea: os ataques ao senador Simon, guardadas as proporções e me resguardando da heresia, soam para mim como um quadro onde Lúcifer, enfurecido, desse uma descompostura em Jesus Cristo por ele ter expulsado os cambistas da esplanada do templo com um azorrague.
Haja hipocrisia!E tem gente que ainda acha que a igreja deve passar ao largo da política. Só se a mesma tiver costume de avestruz, de esconder a cabeça no buraco para não ver o estouro da tropa.
Tags: calheiros, collor, jesus, renan, sarney

sábado, 1 de agosto de 2009

Chuva em SC leva Ilhota a decretar situação de emergência



Passados quase nove meses da tragédia das chuvas que matou 135 pessoas em Santa Catarina, sendo 47 vítimas do município de Ilhota, a cidade do Vale do rio Itajaí volta a conviver com o drama dos deslizamentos de terra. A prefeitura de Ilhota decretou, na manhã de hoje, situação de emergência em decorrência das fortes chuvas dos últimos dois dias. Uma das mais atingidas é a do complexo do Baú.


Pelo menos 14 famílias que estavam isoladas no local foram retiradas pelos bombeiros voluntários e outras seis, em Blumenau, foram levadas para a casa de parentes ou amigos. O início das aulas em duas escolas do complexo do Baú foi adiado para a próxima quinta-feira, dia 6. Ainda nos municípios de Blumenau, Brusque e Luis Alves foram feitos registros de deslizamentos de terra. O diretor estadual da Defesa Civil, Márcio Luiz Alves, ressaltou que os deslizamentos e escorregamentos na região do Vale estão ocorrendo nas áreas já afetadas pelas chuvas de novembro do ano passado.


A Defesa Civil Estadual reforça o alerta para o risco de alagamentos e deslizamentos por causa das chuvas previstas em todo Estado até amanhã.

sexta-feira, 31 de julho de 2009

Talvez



Talvez você tenha pedido para que Deus lhe desse um avião,

mas você recebeu uma bicicleta;

Talvez você tenha pedido para que Deus lhe desse uma mansão nas Bahamas ,

mas você recebeu uma casinha em Ribeirão do Nunca;

Talvez você tenha pedido para que Deus lhe desse o dom de pastorear,

mas você recebeu o dom de cura divina;

Talvez você tenha pedido para que Deus lhe desse uma conta bancária

com um saldo de milhões, mas você recebeu a salvação da alma e a vida eterna!!!

lembre-se,

Deus, uma vez que outra pode não dar o que você pede,

mas sempre dá o que você precisa!!!


Pr. Ari Pinheiro

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Desistir


Desistir?



Eu sei que você muitas vezes pensou em desistir da caminhada, eu próprio já agi assim... Eu sei que você está cansado de ver as injustiças sendo tratadas como virtudes, eu mesmo já me indiguinei com isso... Eu sei que muitas vezes você chora, pensando estar só no imenso mar do mundo, eu próprio já me senti assim... Agora pense comigo: Desistir? E se Jesus desistisse no meio do caminho, quando levava a cruz para sua própria morte? Injustiça? E se você estivesse no lugar de Jesus quando foi trocado por Barrabás? Solidão?E se você fosse Jesus quando ele exclamou: Deus meu, Deus meu, porque me desamparaste? Agora lembre-se:- Jesus está ao teu lado, não desista da caminhada, para que o sacrifício do mestre não seja vão!- Lembre-se que Deus é o Justo Juiz e um dia há de julgar os bons e os maus diante do Trono Branco!- Ao te sentires só, lembre -se que Jesus é o amigo de todas as horas, e, hoje, ao leres esta mensagem, conquistaste mais um amigo, ou seja, eu! Ao te sentires só, mande um email para mim, que responderte-ei e anunciarte-ei coisas grandes que não sabes.



jornalsentinela@gmail.com - Pr Ari Pinheiro

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Pedido Oração

Peço a todos os amigos que orem por Juliana, de Triunfo/RS. Por libertação. Oremos juntos para que Jesus faça uma obra maravilhosa em sua vida!

quinta-feira, 23 de julho de 2009

VASOS QUEBRADOS

VASOS QUEBRADOS

Era uma vez um depósito de vasos quebrados।Ninguém se importava com eles। Eles mesmos não se importavam por estar quebrados, ao contrário, quanto mais quebrados ficavam, mais eram respeitados pelos outros।Um dia, por engano, um vaso inteiro foi parar no meio dos vasos quebrados, mas, por ser diferente dos demais, de imediato ele foi rejeitado e hostilizado. Justo ele, que tinha uma necessidade miserável de ser aceito.Tentou se aproximar dos vasos menos danificados, aqueles que tinham apenas a boca rachada, mas, não deu certo. Depois, procurou se aproximar dos vasos que tinham apenas um pequeno furo na barriga, mas, também foi repelido. Tentou uma terceira vez, com os vasos que estavam trincados na base, mas, não adiantou.Resolveu, então, arranjar umas brigas, esperando conseguir um ferimento, um risco, uma trinca ou, quem sabe, com um pouco de sorte, até um quebrado bacana, mas, naquele lugar, ninguém tinha força bastante para quebrar os outros. Se algum vaso quisesse se quebrar, tinha que fazer isso sozinho.E foi isso mesmo que ele fez. E conseguiu o que queria, ser aceito no clube dos vasos quebrados.Ficou feliz, realizado, mas, não por muito tempo, pois, logo começou a se incomodar com uma outra necessidade, a de ser respeitado pelos demais vasos quebrados.Para isso, teve que ir-se quebrando. E se quebrou em tantos pedaços que voltou ao pó.E deixou de ser vaso!

ACHEI ESTE TEXTO E RESOLVI COMPARTILHAR COM MAIS GENTE, POIS MUITOS, COM A VONTADE DE SEREM ACEITOS EM ALGUMAS RODAS ACABAM PROSTITUINDO SUA PRÓPRIA CONSCIÊNCIA!




segunda-feira, 13 de julho de 2009

OS VENDILHÕES DO TEMPLO


Estamos vivendo um tempo em que o mundo vive um paradigma muito grande; enquanto avança freneticamente no campo científico e tecnológico, bestializa-se cada vez mais, com ações que jamais seriam perpetradas por animais irracionais, por exemplo. Na seara do cristianismo isso também acontece, em escala menor, mas acontece. Os homens se munem de conhecimento teológico, inventam dogmas e regras, segundo suas próprias conveniências, numa tentativa de amealhar fiéis a todo o custo, como quem entra numa campanha de marketing para conseguir clientes para as lojas de um novo shopping.
Toda semana Cristo é leiloado em altares ao redor do mundo, sempre a um preço módico e “ao alcance de todos”. São “campanhas” e pseudo-avivamentos, com pregadores que mais parecem camelôs do que embaixadores de Jesus, sempre dizendo que se você quer a bênção, tem que “pagar o preço”. Meu irmão, não entre nessa canoa furada. Fazer a Obra de Deus não tem nada a ver com o vil metal, tem a ver sim, com mandamentos. “Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas alçadas. Vós sois amaldiçoados com a maldição; porque a mim me roubais, sim, vós, esta nação toda. Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim, diz o Senhor dos exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós tal bênção, que dela vos advenha a maior abastança. Também por amor de vós reprovarei o devorador, e ele não destruirá os frutos da vossa terra; nem a vossa vide no campo lançará o seu fruto antes do tempo, diz o Senhor dos exércitos.” (Malaquias, 3, 8-10)
O preço pela tua salvação Jesus já pagou no Calvário. A única premissa para você ser abençoado é que seja fiel a Deus, que não o roube nos dízimos e ofertas alçadas, e cumpra seus mandamentos. Não existe tabela para cura divina, para prosperidade, para uma “casinha” ou um “castelo” no céu. Os vendilhões estão vindo aí, querem te colocar numa cruz, querem te julgar, e se não pagares, vão te condenar aqui mesmo, antes do juízo final. São raposas tentando cuidar de vindimas, são lobos brincando de pastores, prontos para devorar o próprio rebanho.O preço que Jesus te pede, em sua palavra é a fidelidade e a humildade, condições precípuas para a salvação. “Apascentai o rebanho de Deus, que está entre vós, não por força, mas espontaneamente segundo a vontade de Deus; nem por torpe ganância, mas de boa vontade; nem como dominadores sobre os que vos foram confiados, mas servindo de exemplo ao rebanho. E, quando se manifestar o sumo Pastor, recebereis a imarcescível coroa da glória. Semelhantemente vós, os mais moços, sede sujeitos aos mais velhos. E cingi-vos todos de humildade uns para com os outros, porque Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes. (Pedro 5, 2-5)
A partir do momento que você aceitou o Homem de Nazaré, como seu único e legítimo salvador, e segue seus ensinamentos, não há mais quem te condene, não há mais quem te crucifique, não há mais quem possa te derrubar, pois a tua fé está alicerçada no dono da bênção, N’aquele que venceu a morte, arrebatou as chaves do inferno, ressuscitou e está investido de todo o poder, sentado à destra do Pai.
E os vendilhões? Ah! Para estes, que fazem de Jesus uma ferramenta de vendas, uma ponte para alcançar seus sonhos de riqueza e poder, que condenam a vaidade nos outros, mas que são verdadeiros pavões, ostentando números de fiéis para justificar o injustificável, para estes está reservado o Lago de Fogo, que está sendo preparado para o diabo e seus anjos. “...e o Diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde estão a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados pelos séculos dos séculos.” (Apocalipse 20,10) (Pr. Ari Pinheiro)

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Michael Jackson, uma mania post mortem?

Pr. Ari Pinheiro

Esta semana vi muitas manifestações sobre a morte de Michael Jackson, principalmente de seus fãs do mundo inteiro. Muita gente que havia até esquecido do cantor, devido ao ostracismo auto-imposto de dez anos sem fazer shows, e também ao bombardeio da mídia com astros de brilho rápido e efêmero, que surgem e morrem em meses.
O que me chamou a atenção foi que, de repente, uma comoção tomou conta do mundo. Morreu Michael! Meu Deus! Foi remédio demais? Foi stress? Foi assassinato? Todos querem saber o que realmente aconteceu com ele. Claro, ficou famoso por sua música e também por suas manias um tanto esquisitas, diga-se de passagem. Verdade absoluta sobre sua vida e morte, só ele e Deus sabem, alguns desconfiam, e a maioria dá palpite.
O que não se pode negar é que ele, mesmo depois de morto, conseguiu arrastar multidões às bancas de revistas e livrarias onde seus produtos sumiram das prateleiras em questão de minutos. Em Florianópolis alguns aproveitadores copiaram capas de trabalhos do astro e juntaram a elas dvds vazios. Venderam e lucraram muito nos dois primeiros dias após a morte do cantor, depois sumiram para fugir das muitas reclamações que viriam.
Isso é muito próprio do ser humano! O fatalismo, a comoção, uma certa solidariedade com os famosos, vítimas de desastres ou coisa parecida.
Eu, como cristão, gostaria de ver esta mesma comoção com a realidade africana, onde milhares morrem de fome e desnutrição, de Aids, de abandono, e porque não dizer, da omissão da maioria dos países ricos do mundo. Mas se não temos idéia da África, que tal o sertão nordestino? Que tal uma viagem pelo interior do Piauí, do Maranhão, da Paraíba, de Pernambuco, do Ceará? Centenas de pessoas morrem todos os dias, sem o glamour de Jackson, sem os holofotes da mídia, sem a compaixão do mundo!
Numa última analogia, se me permitem os internautas, em breve acontecerá uma comoção bem maior do que esta que está acontecendo agora. Após o arrebatamento da igreja milhares se darão conta que gastaram a vida correndo atrás das frivolidades mundanas. Correrão às livrarias comprar bíblias, cds e dvds evangélicos, farão vigílias, subirão aos montes, tudo isso para descobrir enfim que não há mais nada a fazer, o tempo findou e a porta fechou.
Finito, caput! Maktub! Estava escrito!
Neste caso, infelizmente, de nada adiantará a comoção post arrebatamentum, pois a dispensação da graça terá findado e a noiva estará nas bodas além dos portais eternos! Amém, ora vem Senhor Jesus!

terça-feira, 24 de março de 2009

Basta ser evangélico para mudar o mundo?

Pr. Ari Pinheiro
Esta é uma pergunta com a qual nos deparamos freqüentemente, e na maioria das vezes é feita no sentido de pegar os pregadores pela palavra, ou como diz o jargão popular, no contrapé.
Num tempo em que ser evangélico virou moda, é muito perigoso pregar o evangelho do minimalismo, sem se preocupar com o pós-conversão. Muitos se apegam a versículos bíblicos meticulosamente escolhidos para justificar o injustificável. É muito comum recém convertidos ao evangelho citarem a passagem: “Crê no Senhor Jesus e será salvo tu e a tua casa” (Atos 16.31) como a justificativa para sua salvação. E às vezes até mesmo pregadores, no afã de arrebanharem membros para suas denominações, acabam deixando subentendido que se o homem crer em Jesus Cristo, logo está salvo. Mas é preciso mais, é preciso aprender a Palavra de Deus como um todo; é preciso pelo menos ler os próximos dois versículos da mesma passagem para termos o completo entendimento do que é crer em Jesus cristo. “Então lhe pregaram a palavra de Deus, e a todos os que estavam em sua casa. Tomando-os ele consigo naquela mesma hora da noite, lavou-lhes as feridas; e logo foi batizado, ele e todos os seus.”(atos 16:32-33).
Fomos chamados para fazer a diferença, para ser luz e sal, para ser o tempero deste mundo, para que ele não apodrecendo totalmente, possamos povoar o céu com a maior quantidade de almas possível. Temos que ensinar a criança no caminho que deve andar, ou seja, o novo convertido precisa saber que crer em Jesus Cristo implica conhecer a Palavra de Deus; implica em ser batizado; implica em ser discipulado; implica em ser instruído com paciência para que cresça em fé e graça e, conseqüentemente, receba a vida eterna, coroação máxima de nossa carreira terrena.
Não basta ser evangélico, tem que crer em Jesus Cristo, tem que ser fiel aos seus mandamentos, tem que se converter dos maus hábitos, tem que ser exemplo para a sociedade; para a família; para os amigos; para a igreja. Se o fato de ser evangélico apenas mudasse alguma coisa, cidades como o Rio de Janeiro seriam o paraíso, pois hoje as estatísticas mostram que mais de 60% dos moradores da capital são crentes. Não adianta ser membro domingueiro, ou crente congregado, mais fiel ao banco da igreja que o próprio prego que segura as tábuas. Não, é preciso mais, é preciso comer da Palavra, é preciso pregar a Palavra, é preciso orar e jejuar para entender qual é a perfeita vontade de Deus para nossas vidas.
O que muda a realidade de nossa casa, nossa rua; nosso bairro; nossa cidade; nosso estado e nosso país é o testemunho diário de nossa conversão e fé em Cristo. De nada adianta pregar que Deus é amor, é perdão e misericórdia se não nos damos com nosso vizinho, se temos mágoas guardadas com parentes, se ruminamos ódios antigos por coisas que nos fizeram no passado. Se converter é nascer de novo, não é ser evangélico, é ser nova criatura, é ter a certeza de que as coisas velhas já passaram e tudo se fez novo. Isso é ser impactante, isso sim é ser agente de mudança na sociedade doentia do século 21!

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

CULTO OU REUNIÃO SOCIAL?


Escrevo esta coluna daqui da iluminada cidade de Florianópolis, onde nos encontramos em pleno trabalho missionário. O que temos visto e ouvido por aqui é de arrepiar os cabelos, histórias de cristãos equivocados, com a visão fora de foco, como se fossem portadores de catarata espiritual.
Uma das coisas que mais me chamou a atenção foi a invasão que a fofoca está fazendo na igreja do terceiro milênio. Fala-se de tudo, menos do reino de Deus. Parece que este, só o pastor pode falar em suas homilias.
É preciso que tomemos posição quanto ao nosso papel na construção do reino. Acho que devido ao novo código civil, que exige um cem números de documentos, carteiras, regimentos, estatutos, notas e algo mais da igrejas, é que os crentes estão confundindo os cultos com reuniões sociais. Se é para discutir religião, discutir a pregação, discutir usos e costumes, discutir a escrita bíblica, se está certa ou não está, se é para discutir a fé e suas aplicações, então não vamos mais escrever igreja tal em nossas placas; vamos substituir por sociedade de estudos bíblicos, assim a coisa fica mais “liberal”, a fofoca entra como algo mais natural, sem ninguém ter que ficar com sentimento de culpa por ter falado mal do pastor ou de algum irmão qualquer; e ao invés de campanhas de evangelização, curas e milagres, vamos fazer campanhas para aumentar nosso quadro social. Assim talvez os crentes parem de correr atrás de profetas e profecias e sintam vontade de comer a Palavra de Deus, sintam sede de beber da Fonte da Água da Vida, sintam necessidade de voar nas asas do Espírito santo.
Religião, fé; doutrina; usos e costumes; nada disso se discute; tudo isso se pratica. Se você acha que a doutrina de sua igreja é fraca, que a fé pregada lá é vã; que seu pastor não tem unção; que a fofoca tomou o lugar do estudo bíblico; posso dizer sem sombra de dúvidas que você está no lugar errado. Mude de templo, mude de denominação, mude até geograficamente, se você quiser; mas não mude de Deus. Ele continua o mesmo, é imutável em sua personalidade e seus desígnios, e não habita em templos de pedra, mas mora no coração de quem O recebe.
Se depois de fazer todas as mudanças escritas acima, ainda achar que não encontrou o lugar certo, então se converta de verdade, porque se onde você vai está tudo errado, tome cuidado, o errado poder ser você que ainda não abandonou o coração e o olhar de juiz, ainda não se converteu em verdadeiro adorador.
Esta é a diferença básica de culto e reunião social. O culto é para adorar, adorar e adorar. A reunião é para discutir, discutir e discutir. Se você é daqueles que adora uma “discução bíblica”, procure uma associação literária ou um chat na internet, está cheio disso por aí. Agora, se você quiser adorar ao Cristo Vivo, te espero no próximo culto para adorarmos juntos o único que vive e reina para sempre!


Colossenses 2:20-23 “Se morrestes com Cristo quanto aos rudimentos do mundo, por que vos sujeitais ainda a ordenanças, como se vivêsseis no mundo, tais como: não toques, não proves, não manuseies (as quais coisas todas hão de perecer pelo uso), segundo os preceitos e doutrinas dos homens? As quais têm, na verdade, alguma aparência de sabedoria em culto voluntário, humildade fingida, e severidade para com o corpo, mas não têm valor algum no combate contra a satisfação da carne.”

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

PROCURA-SE

Meu nome é Adriana! Estou a procura de meu tio que também se chama BENEDITO SANTOS se souber de alguma informação por favor me conctate ele nasceu em Figueira e seus pais adotivos chamavam MAXIMIANO e JULIA ARAUJO seus pais verdadeiros eram ZACARIAS SANTOS e HELENA VERIATO meu mail é akinape@sapo.pt telefone 0351-289.355472 ou 962462209.Obrigada

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Igreja Remidos por Cristo começa o ano com festa


Do dia 1 ao dia 12 de janeiro aconteceu nas congregações da Igreja Remidos por Cristo - Ministério Triunfo a Campanha CANAÃ CHEGOU. A referida campanha teve um caráter de avivamento espiritual em cujo final de cada culto as pessoas depositavam dentro da arca os seus projetos para o ano de 2009.
Os cultos aconteceram nas Sedes do Porto Batista; Boa Vista; Benfica; Tabaí; Triunfo; São Jerônimo; Barreto; congregação da Praia do Porto Batista e Sapucaia do Sul.
Os preletores foram os pastores Ari Pinheiro, João Ávila, Missionário Wilson, Missionário Jessé Pastor Soares, Missionário Edson, Pastora Ana Lucia, Pastor Carlos, Pastor Zelírio, Apóstolo Fábio e Pastor Juscelino.
Na Campanha Canaã Chegou também aconteceu o terceiro aniversário da congregaçã
o do centro de Triunfo. Onde mais de 100 pessoas adoraram a Deus ao som das Bandas Comunidade Gospel, Louvor Eterno e Restituição; sendo que o preletor da noite foi o Pastor Zelírio da Silva, o qual Deus usou poderosamente.
O Pastor João Ávila e toda sua diretoria agradecem o empenho de todos os obreiros e membros durante a Campanha e convida a todos para que continuem nesta mesma fé e união anunciando o Reino de Cristo.

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

EM BREVE UM LIVRO QUE FARÁ VOCÊ PENSAR

Em breve estará sendo lançado o 1º livro evan gélico do autor, que traz uma reflexão profunda e reveladora das verdades ocultas nos bastidores da igreja.
Você não pode perder de ler esta esta obra escrita em meio as lágrimas e a oração!
O Pastor Ari Pinheiro coloca toda a sua energia nesta obra que certamente fará alguns cristãos reverem seus conceitos de "igreja" e "fé".